Notícias

10-Jul-2019 18:05 - Atualizado em 10/07/2019 18:18
ARAÇARIGUAMA

Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama

Greve em protesto contra as irregularidades e ameaças patronais ocorreu na segunda-feira, dia 8

2019, imprensa, Fabiana Caramez
Trabalhadores aprovam retornar ao trabalho mediante regularização de pagamento e demais questões trabalhistasFabiana Caramez

Os trabalhadores e trabalhadoras no transporte urbano de Araçariguama realizaram uma greve histórica na segunda-feira, dia 08, em resposta às ameaças e aos desmandos praticados pelo proprietário da empresa Vertion Transportes. A unidade da categoria somada ao preparo da direção do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região garantiu o pagamento do salário do mês, da cesta básica e do tíquete-refeição, a regularização da carteira de trabalho de todos os funcionários e a reversão de três demissões por justa causa e outras duas demissões.

“É muito satisfatório ver os trabalhadores organizados lutando por seus direitos. Nem a noite fria, nem as ameaças patronais foram obstáculos para os trabalhadores brigarem por seus direitos. Todos estão de parabéns!”, afirmou o presidente do Sindicato Paulo João Estausia.

A paralisação teve início nas primeiras horas da madrugada do dia 08 e só terminou no final da tarde, com os trabalhadores recebendo em mãos o cheque com o valor total do salário do mês, duas cestas básicas e a carteira de trabalho assinada.

Em relação às demissões, três trabalhadores não quiseram retornar à empresa e suas demissões foram mantidas, mas sem justa causa. Portanto, eles irão receber as verbas rescisórias dentro do prazo legal de 10 dias.

Sobre as demais irregularidades, ficou acertado que a empresa irá pagar o tíquete-refeição referente a este mês no dia 20 e o tíquete-refeição que está em atraso será pago no dia 30 de julho. A empresa também firmou compromisso de regularizar o pagamento do salário por meio de depósito em conta bancária.

Uma reunião entre Sindicato dos Rodoviários e empresa ficou agendada para a quarta-feira da próxima semana, dia 16 de julho, para iniciar a discussão sobre a data-base a resolver as demais irregularidades trabalhistas.

Ameaças

Na quinta-feira da semana passada, dia 04, o Sindicato dos Rodoviários teve conhecimento de um áudio enviado pelo proprietário da empresa Vertion aos trabalhadores informando que não iria pagar o salário do mês e ameaçando os mesmos de demissão caso ocorresse greve.

A mensagem começa em tom ameno e logo vira ameaça, confira a transcrição de um trecho:

“Tô aqui entrando em contato com vocês porque estou ouvindo um zum-zum-zum de que vocês irão parar no sábado se não houver pagamento. Não haverá pagamento amanhã não! Certo! E aí, é o seguinte, eu quero que vocês parem, vou mandar todo mundo embora por justa causa”.

Diante desse evidente crime contra a organização do trabalho, o Sindicato acionou o Ministério Público do Trabalho (MPT).

População também sofre com a Vertion

Além das questões trabalhistas, a empresa Vertion tem histórico de má conservação e manutenção dos ônibus. A empresa começou a operar em Araçariguama no dia 1º de abril e os vereadores da cidade já criaram uma comissão para fiscalizar a empresa e a relação com o poder público local diante dos diversos problemas de quebra de ônibus e acidentes que ocorrem constantemente na cidade.

Estiveram presentes na greve dos trabalhadores do transporte urbano o presidente da Câmara de Vereadores Moacyr de Godoy Neto, os vereadores que compõem a Comissão de Assuntos Relevantes Nadivan Ferreira Maia, o Alemão (presidente) e Edmilson Antônio da Silva, o Baixinho (relator) e o vereador Ademário Jesus Mendes, o Baiano.

Os trabalhadores e os vereadores relataram aos diretores do Sindicato o caso do ônibus que desceu de ré uma das principais ruas da cidade, bateu em um estabelecimento e um poste e deixou a cidade sem luz. Tudo isso em horário de pico, por sorte ninguém ficou ferido. O ônibus estava com os freios ruins, o pessoal da manutenção já havia detectado e informado isso, mas o proprietário liberou o veículo, fez pressão para o motorista sair com o ônibus mesmo assim.

 Histórico de irregularidades

Desde que a empresa Vertion assumiu o transporte urbano e escolar em Araçariguama no dia 1º de abril deste ano existem irregularidades: mantém trabalhadores sem registro em carteira, paga salário de micro-ônibus para motorista de ônibus convencional, não implantou plano de saúde e odontológico, não paga corretamente cesta básica, constantemente atrasa pagamento de salário e de vale (adiantamento salarial), não fornece equipamento de proteção individual (EPI) para o pessoal interno, promove demissão por justa causa sem motivo e descontou do salário o exame toxicológico.

Os trabalhadores na Vertion já entraram em estado de greve em maio por causa dos mesmos problemas relatados acima. Na ocasião, a empresa assinou acordo coletivo de trabalho e comprometeu-se a resolver todos os problemas até o final do mesmo mês, o que não ocorreu. O Sindicato manteve o diálogo e concedeu mais prazos para a empresa resolver os problemas, mas a situação só piorou e desembocou na greve da segunda-feira, 08 de julho.

 

Confira fotos da greve:

Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
1/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
2/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
3/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
4/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
5/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
6/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
7/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
8/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
9/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
10/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
11/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
12/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
13/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
14/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
15/16
Unidade dos trabalhadores garante regularização de pagamento e reintegrações no urbano de Araçariguama
16/16

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado