Notícias

29-Mai-2019 20:45 - Atualizado em 29/05/2019 20:59
DATA-BASE

Trabalhadores no transporte urbano de Sorocaba estão em ESTADO DE GREVE

Sindicato irá protocolar notificação de greve nas empresas nesta quinta-feira, 30

2019, imprensa, Andrea Quevedo
Assembleia da manhã foi realizada na rua devido ao grande número de trabalhadoresAndrea Quevedo

Os motoristas, agentes de bordo e trabalhadores em funções internas de apoio nas empresas do transporte urbano de Sorocaba entraram em estado de greve nesta quarta-feira, 29, após rejeitarem a proposta patronal de reajuste de 5,07% apenas nos salários e congelamento nos valores do tíquete-refeição e da participação nos lucros e resultados (PLR). A decisão foi tomada em assembleias que aconteceram às 10h e às 18h, na sede do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, sendo que a assembleia da manhã aconteceu na rua em frente à entidade sindical devido ao grande número de participantes.

A categoria está em campanha salarial, a data-base é 1º de maio e a pauta de reivindicações foi entregue no início de março às empresas STU e Consórcio Sorocaba, operadoras do transporte urbano em Sorocaba.

O presidente do Sindicato Paulo João Estausia fez uma avaliação do momento político e econômico do Brasil. “Sabemos que temos muitos obstáculos, mas não foram os trabalhadores que levaram o país a esse momento crítico, foram os empresários que apoiaram esse atual governo federal que não tem proposta para fazer o país crescer. Nós trabalhadores não iremos pagar por esse erro!”

2019, imprensa, Fabiana Caramez
Na assembleia da noite, trabalhadores também aprovam ESTADO DE GREVEFabiana Caramez

NOTIFICAÇÃO DE GREVE

Com a aprovação do estado de greve, o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região irá protocolar nas empresas e na Urbes – Trânsito e Transportes notificação de greve nesta quinta-feira, dia 30. A Urbes é a empresa pública que gerencia o sistema de transporte público em Sorocaba, assim como o caixa único do transporte.

Uma possível paralisação só irá ocorrer após o prazo de 72 horas da notificação de greve, conforme determina a lei de greve em serviços essenciais.

Sobre a possibilidade de greve, o presidente do Sindicato alertou que a votação pela aprovação do estado de greve traz uma grande responsabilidade aos trabalhadores. “Com a decisão pela greve vem a responsabilidade. Se de amanhã quando iremos protocolar a notificação nas empresas até o fim do prazo de 72 horas não ocorrer novas negociações e apresentação de uma melhor proposta, nós vamos para a greve unidos e não iremos aceitar fura-greve em nosso meio”, alertou o presidente Paulinho.

O Sindicato dos Rodoviários afirma que está aberto ao diálogo com as empresas.

REIVINDICAÇÕES

Os trabalhadores em transportes reivindicam na campanha salarial deste ano a reposição da inflação do período de 1º de maio de 2018 a 30 de abril de 2019 mais aumento real de 3% nos salários, manutenção de todos os direitos conquistados em campanhas salariais passadas e reajuste nas cláusulas econômicas como tíquete-refeição e participação nos lucros e resultados (PLR).

No sistema de transporte urbano de Sorocaba trabalham quase dois mil trabalhadores e trabalhadoras, entre motoristas, agentes de bordo e profissionais em funções internas de apoio, como mecânico, borracheiro, funileiro e outros.

A sede do Sindicato dos Rodoviários em Sorocaba fica na rua Capitão Augusto Franco, 159, próximo ao terminal de ônibus São Paulo.

2019, imprensa, Fabiana Caramez
Trabalhadores lotaram o Sindicato dos Rodoviários na assembleia da noiteFabiana Caramez

 

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado