Notícias

12-Jul-2019 18:29
SALTO DE PIRAPORA

Trabalhadores na empresa Piracema em Salto de Pirapora continuam em greve

A empresa não pagou salário e tíquete-refeição e o plano de saúde está cortado

2019, imprensa, Divulgação
Trabalhadores continuam em greve na garagem da Piracema, em Salto de PiraporaDivulgação

Os trabalhadores e trabalhadoras na Viação Piracema em Salto de Pirapora permanecem em greve e só irão retornar ao trabalho após a empresa pagar o salário, o tíquete-refeição e as férias que estão em atraso, restabelecer o plano de saúde e recolher corretamente o FGTS.

A categoria entrou em greve na madrugada desta sexta-feira, 12.

Além do atraso no pagamento do salário e tíquete-refeição, corte no plano de saúde e não recolhimento do FGTS, que foram os motivadores da paralisação, o Sindicato tomou conhecimento que a empresa não está pagando as férias. Três trabalhadores já gozaram as férias, mas não receberam o pagamento das mesmas. Outros quatro estão com as férias vencidas e não tem perspectiva de a empresa conceder a folga e nem o pagamento.

O Sindicato também ficou sabendo que os ônibus estão em estado precário, muitos estão com problemas no freio, sem iluminação e demais problemas mecânicos.

“A situação na Piracema de Salto de Pirapora é grave para os trabalhadores, que não recebem salário e direitos, e para a população, que está sendo transportada sem segurança”, avalia o diretor do Sindicato dos Rodoviários Fabrício Rodrigues.

A Piracema é responsável pelas linhas intermunicipais entre Salto de Pirapora e Sorocaba, Salto de Pirapora e Araçoiaba da Serra (Bairro Cerrado) e Salto de Pirapora e Bairro Cocais (divisa com Sarapuí).

Todos os 45 trabalhadores da empresa aderiram à greve.

 

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado