Notícias

03-Fev-2020 17:57
LUTA!

Sorocaba: Mulheres fazem Ato Contra Estado Opressor

Atividade contra violência será realizada no dia 8 de fevereiro, na Praça Cel. Fernando Prestes

2020, imprensa, Diretoria
Diretoras reunidas para debater a pauta das mulheres trabalhadoras em transportesDiretoria

As mulheres de todo o mundo estão se inspirando no protesto das mulheres chilenas que, por meio da música e da dança, denunciam a opressão do Estado patriarcal, os abusos sexuais, físico e psicológicos e o feminicídio a que todas as mulheres estão expostas.

Em Sorocaba, coletivos de mulheres se uniram para realizar o ATO FEMINISTA CONTRA O ESTADO OPRESSOR, inspirado na música e na coreografia das chilenas. A atividade será realizada no próximo sábado, 8 de fevereiro, na região central de Sorocaba. A concentração será às 8h no Largo São Bento e o ato às 10h, na Praça Central Cel. Fernando Prestes.

As diretoras do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, reunidas nesta segunda-feira, 03, avaliaram importante a participação das trabalhadoras em transportes nesse ato.

“Todas nós mulheres já sofremos algum tipo de abuso ou violência, seja moral ou física, e é importante a nossa unidade e ação para chamar a atenção e provocar mudanças de comportamento na sociedade”, afirma a segunda diretora de finanças Kelly Cristina Faria.

2020, imprensa,
2020

A música e a coreografia do coletivo de mulheres chilenas Las Tesis estão sendo interpretadas por mulheres em todo o mundo e agora chegou a vez de acontecer em Sorocaba.

“A culpa não era minha, nem onde estava, nem o que vestia, o estuprador és tu”, é parte da canção brasileira, que será interpretada de olhos vendados, um símbolo para a denúncia de abusos contra as mulheres.

Números da violência

A cada quatro minutos uma mulher é agredida no Brasil por um homem. Esse dado assustador é do Ministério da Saúde e engloba violência física, sexual, psicológica e outros tipos em que a vítima sobrevive às agressões. O número de mortes de mulheres por feminicídio também é alto, a cada ano, quase cinco mil mulheres são assassinadas por homens que muitas vezes são seus maridos, namorados ou ex-companheiros.

Em Sorocaba, só em 2019, 189 mulheres foram estupradas, sendo que dessas 150 eram vulneráveis (crianças e mulheres acamadas ou com algum distúrbio psicológico). E esse número do Mapa da Violência pode ser muito maior, visto que muitas mulheres ainda têm medo de denunciar.

De acordo com dados da Vara de Violência Doméstica, em 2019 a comarca de Sorocaba recebeu 2.089 denúncias de violência contra mulheres, um aumento de 118% em relação ao ano de 2018.

“Mesmo com o aumento das denúncias, sabemos que ainda muitas mulheres têm medo ou não sabem como fazer. Por isso é importante a realização de atos que mostrem que elas não estão só e que nós mulheres estamos de olho e podemos ajudar umas as outras”, explica a diretora do Sindicato Andreia Mattezzi.

 

Segue a letra da canção:

O Patriarcado é um juiz, que nos julga por nascer

E o nosso castigo, é a violência que se vê.

O Patriarcado é um juiz, que nos julga por nascer

E o nosso castigo, é a violência que não vês.

 

FEMINICÍDIO! (Abaixar com as mãos no ouvido)

IMPUNIDADE AO ASSASSINO! (Abaixar com as mãos no ouvido)

DESAPARECIMENTO! (Abaixar com as mãos no ouvido)

POR ESTUPRO E SOFRIMENTO! (Abaixar com as mãos no ouvido)

 

E a culpa não era minha, nem onde estava, nem o que vestia. (Repetir 4x balançando os braços numa marcha debochada)

 

Estuprador és TU! (Repetir 4x com o braço esquerdo, apontando o dedo em riste para frente)

 

É a POLÍCIA! (Com o braço esquerdo, apontando o dedo em riste para trás sem se virar)

São os JUÍZES! (Com o braço esquerdo, apontando o dedo em riste para o lado)

É o ESTADO! (Com o braço esquerdo, girar o dedo para cima, numa expressão abrangente)

É o PRESIDENTE! (Cruzar os punhos sobre a cabeça em forma de repulsa)

 

O Estado opressor é um macho estuprador. (Repetir 4x com o braço esquerdo levantado e balançar com o punho cerrado em forma de protesto)

 

Estuprador és TU!! (Repetir 4x com o braço esquerdo, apontando o dedo em riste para frente).

Durma tranquila, você é inocente. Despreocupada do seu destino.

 

Quem a protege enquanto dorme o seu próprio Assassino! (Repetir 2x, mão direita ao lado da boca como cochicho)

 

Estuprador és TU! (Repetir 4x com o braço esquerdo, apontando o dedo em riste para frente)

 

Mulheres abusadas em Sorocaba: ESTUPRO!

Jovens negros mortos na periferia: GENOCÍDIO!

Mariele: FEMINICÍDIO

 

Mariele PRESENTE! 3x (Após esta última fala, todas tiramos a venda e a rodamos com braço esquerdo sobre nossas cabeças!

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado