Notícias

18-Ago-2021 16:31 - Atualizado em 18/08/2021 16:49
PEC 32

Sindicatos de trabalhadores da CUT protestam contra ação do governo Jair Bolsonaro que está tentando acabar com o serviço público

A luta dos servidores públicos é do interesse da população em geral, diz A. Sérgio, coordenador da subsede da CUT em Sorocaba

Representantes de sindicatos filiados à CUT fizeram na manhã desta quarta-feira (18) uma panfletagem no acesso ao terminal Santo Antônio, em Sorocaba, em protesto contra a ação do Governo de Jair Bolsonaro que acaba com os serviços públicos e entrega a saúde e a educação aos interesses de grupos privados.
Por meio da Proposta de Emenda Constitucional 32 (PEC 32), em tramitação no Congresso Nacional, Bolsonaro e seu ministro da Economia, Paulo Guedes, querem destruir os serviços públicos do Brasil. Esse desmonte vai atingir servidores da União, dos Estados e dos municípios.
A PEC 32 aumenta os privilégios dos servidores indicados por políticos e membros do alto escalão das Forças Armadas, Ministérios, Legislativo e Judiciário, que estão no topo da pirâmide do funcionalismo.
A PEC 32 também representa o desmonte dos serviços públicos, inclusive nas áreas de saúde e educação, pois está ligada à política da elite econômica de reduzir o papel do Estado como responsável pela elaboração de projetos de interesse da população mais pobre.
Pela PEC 32, ao invés de ter trabalhadores concursados, o governo poderá contratar empresas privadas para a gestão dos serviços prestados à população. Na prática, essa Reforma Administrativa vai fazer com que a população pague por serviços que hoje são direitos.
Essa medida só interessa aos poderosos, que mais uma vez vão se beneficiar de um projeto que tira direitos dos pobres para dar mais lucros aos ricos.
Em protesto, entidades sindicais representantes dos servidores programaram greve geral para esta quarta-feira. Em Sorocaba, em apoio à resistência dos servidores, o movimento sindical participou de panfletagem no acesso ao terminal de ônibus Santo Antônio, para alertar a população sobre a “armadilha” da reforma preparada por Bolsonaro.
Entre as várias entidades presentes no ato de panfletagem estava o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, representando os trabalhadores dos transportes. Vários dirigentes e militantes do Sindicato entregaram panfletos à população.
Presente na panfletagem, o coordenador da subsede da CUT em Sorocaba, Antônio Sérgio Silvana de Moraes, o A. Sérgio, lembra que a luta dos servidores públicos é do interesse da população brasileira em geral, porque a PEC 32 vai precarizar ainda mais os serviços públicos já castigados pelo governo Bolsonaro. Além disso, A. Sérgio continua, muitas famílias de trabalhadores têm funcionários públicos que serão prejudicados caso as medidas contidas na PEC 32 sejam aprovadas.

 

,
foto protesto

,
foto protesto

,
foto protesto

,
foto protesto

,
foto protesto

,
foto protesto

,
foto protesto

,
foto protesto

,
foto protesto

Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sorocaba e Região
Deixe seu Recado