Notícias

25-Nov-2019 12:22
ARAÇARIGUAMA

Sindicato garante emprego aos trabalhadores em transportes urbano e escolar em Araçariguama

Luta da categoria teve início no dia 22 de outubro

2019, imprensa, Diretoria
Assembleia com os trabalhadores no dia 22 de novembroDiretoria

A luta dos trabalhadores e trabalhadoras nos transportes urbano e escolar em Araçariguama chega ao fim com uma grande e importante vitória. A conscientização e a unidade da categoria somadas à experiência dos diretores do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região garantiu o emprego aos trabalhadores nas novas empresas que iniciaram a operação dos transportes urbano e escolar no município.

A Prefeitura Municipal de Araçariguama definiu a empresa WK Transportes para operar o transporte urbano em regime emergencial e o Sindicato assegurou que a nova empresa contratasse os trabalhadores que ficaram desempregados após a saída da empresa Vertion Transportes. A operação do transporte teve início nesta segunda-feira, 25.

“Estamos muitos satisfeitos com o resultado da luta da categoria em Araçariguama. Os trabalhadores estão mais fortes e conscientes da importância de lutarem por seus direitos e de que a unidade e o Sindicato são essenciais para impedir abusos patronais e o desemprego”, afirma o presidente do Sindicato Paulo João Estausia, Paulinho.

Escolar

Os trabalhadores que operavam o transporte escolar também tiveram seus empregos garantidos e já estão trabalhando na empresa Adapt Transportes, escolhida pela Prefeitura, desde o dia 14 de novembro.

“Os trabalhadores realizaram uma longa e difícil luta para garantir os seus direitos e um transporte decente para a população de Araçariguama. Não seria justo que eles ficassem desempregados, ainda mais nesse momento de crise em que o desemprego atinge índices extremamente altos em nosso país. Por isso mantivemos a luta e hoje podemos comemorar”, avalia Paulinho.

Histórico

A luta dos trabalhadores em transportes urbano e escolar em Araçariguama começou no dia 22 de outubro, após a empresa Vertion Transportes, então responsável por operar esses serviços no município, demitir três trabalhadores por retaliação à paralisação realizada em agosto pela categoria, não implementar os planos de saúde e odontológico conforme acordo assinado na greve de agosto e não aceitar abrir negociação da campanha salarial da categoria, cuja data-base é 1º de maio e o trabalhadores permaneciam sem aumento salarial.

Os trabalhadores permaneceram em greve por quase um mês. Nesse período ocorreu o afastamento da prefeita Lili Aymar após seu marido e ex-prefeito da cidade Carlos Aymar e o secretário de Governo Pastor Israel Pereira da Silva serem presos em flagrante por recebimento de propina dentro do prédio da Prefeitura.

Com a nomeação do novo prefeito Joca Junior, o contrato com a empresa Vertion Transportes foi rompido e começou um novo período da luta categoria, agora para garantir emprego e assinatura de acordo coletivo de trabalhado com as novas empresas definidas pelo poder público. Finalizado de forma positiva neste dia 25 de novembro.

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado