Notícias

12-Set-2019 18:00
HUMANIDADE

Sindicato dos Rodoviários apoia a campanha de prevenção ao suicídio SETEMBRO AMARELO

A campanha nacional é uma iniciativa do CVV, do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria

2019, imprensa,
2019

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região adere à campanha nacional de conscientização e prevenção ao suicídio SETEMBRO AMARELO e irá publicar ao longo deste mês de setembro informações sobre o tema em todas as redes sociais da entidade.

“Nos últimos anos assistimos a um crescente número de suicídio entre os trabalhadores em transportes e de relatos de depressão e transtornos psicológicos na categoria e familiares. Não temos dados técnicos para fazer um comparativo, mas avaliamos que essa situação é muito preocupante e triste. Por isso avaliamos como muito importante contribuir com a veiculação de informações que possam ajudar a salvar vidas”, explica o presidente do Sindicato Paulo João Estausia, Paulinho.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em relatório divulgado no dia 9 de setembro, véspera do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio (10 de setembro), a cada 45 minutos uma pessoa tira a própria vida no Brasil e a cada 40 segundos uma pessoa se suicida no mundo. Esses dados são de 2016 e revelam que cerca de 800 mil pessoas acabam com a própria vida todos os anos no mundo.

O Brasil é o 8º país no ranking mundial em número de suicídios e, juntamente com o continente americano, estamos na contramão da tendência mundial de queda na taxa de suicídio. A situação é mais alarmante quando os dados mostram que o suicídio é a principal causa de morte entre os jovens de 15 a 29 anos. Só no Brasil, em 2016, o Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde apontou 3.097 mortes de adolescentes e jovens de 10 a 29 anos.

Na divisão por sexo, os homens morrem mais por causas autoprovocadas: foram 2,8 a cada 100 mil entre as mulheres e 9,7 a cada 100 mil entre os homens em 2016. Segundo a OMS, o acesso a armas de fogo é um importante meio de suicídio.

Para especialistas, essas mortes poderiam ser evitadas. Daí nasce a importância da campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio que, no Brasil, e uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e acontece desde 2015.

Sendo que o CVV é uma das ONGs mais antigas do Brasil e, desde 1962, atua no apoio emocional e na prevenção ao suicídio por meio do telefone 188 (ligação gratuita), por chat, e-mail e pessoalmente. O CVV possui cerca de 3 mil voluntários em mais de 110 postos, que prestam serviço gratuito 24 horas por dia, nos 365 dias do ano, de forma sigilosa e sem julgamentos. Segundo o site, os voluntários do CVV estão prontos para aqueles que “querem e precisam conversar sobre seus sentimentos, dores e descobertas, dificuldades de alegrias.”

Se precisar ligue 188, a ligação é gratuita!

Acesse o site do CVV, clique aqui.

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado