Notícias

12-Jul-2019 17:34
FIM DA GREVE

Sindicato consegue reverter demissões no urbano de São Roque e greve chega ao fim

Demissões ocorreram por retaliação a protesto feito pelos trabalhadores por atraso no pagamento do salário

2019, imprensa,
2019

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região conseguiu reverter as demissões realizadas pela empresa Mirage Transportes em retaliação a protesto feito pelos trabalhadores, na sexta-feira, 5, por atraso no pagamento do salário deste mês. Com isso, está encerrada a greve dos trabalhadores no transporte urbano de São Roque.

Dos quatro trabalhadores demitidos, dois serão reintegrados ao quadro de funcionários da empresa e outros dois trabalhadores tiveram a justa causa revertida para demissão sem justa causa e irão receber, como compensação, plano de saúde, tíquete-refeição e cesta básica pelos próximos quatro meses.

A unidade, a organização e a solidariedade demonstradas pelos trabalhadores na decretação da greve na segunda-feira, 8, e na manutenção da paralisação durante toda a semana foram fundamentais para fazer a empresa voltar atrás nas demissões e garantir justiça aos trabalhadores.

“Os trabalhadores estão de parabéns. Mais uma vez, colocamos em prática nosso lema ‘união, nossa maior marca’”, enfatiza o presidente do Sindicato dos Rodoviários Paulo João Estausia, Paulinho.

A reversão das demissões foi garantida em reunião realizada entre Sindicato e empresa no início da tarde desta sexta-feira, 12.

Histórico

A paralisação no transporte urbano de São Roque começou no fim da tarde da segunda-feira, 8, após a empresa Mirage demitir quatro trabalhadores em retaliação a protesto promovido pela categoria na última sexta-feira, 5, por atraso no pagamento de salário.

Desde o início da greve, foi mantido em operação 30% da frota de ônibus. Na tarde da quarta-feira, 10, o Sindicato recebeu uma decisão liminar da Justiça do Trabalho e, imediatamente, passou a cumprir o determinado, colocando em operação 80% da frota de ônibus.

Ontem, 11, Sindicato e empresa realizaram uma primeira reunião que decidiu suspensão da greve da meia-noite até as 14h desta sexta-feira, 12, para continuidade das negociações.

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado