Notícias

23-Jan-2020 17:46 - Atualizado em 23/01/2020 17:59
ALUMÍNIO

Pregão do transporte escolar em Alumínio é suspenso para adequação a salário e direitos dos trabalhadores em transportes

Diretores do Sindicato dos Rodoviários acompanharam a abertura dos envelopes com propostas das empresas na manhã desta quinta, 23

2020, imprensa,
2020

O Pregão Presencial para definição da empresa que irá operar o transporte escolar no município de Alumínio foi suspenso por tempo indeterminado, porque parte das empresas que pleiteavam o serviço apresentaram planilha de custo sem levar em consideração a convenção coletiva de trabalho da categoria. Motivo que levou as demais empresas concorrentes a reclamarem da falta de condições iguais de competitividade.

Os diretores do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região acompanharam a abertura das propostas do Pregão na manhã desta quinta-feira, 23, para justamente assegurar que a empresa vencedora teria condições de cumprir com o pagamento do piso salarial e dos direitos dos trabalhadores em transportes. O Sindicato já tinha protocolado na Prefeitura Municipal de Alumínio cópia da convenção coletiva de trabalho da categoria.

“O Sindicato está acompanhando todas as licitações e pregões de transporte em nossa região para que as empresas e o Poder Público firmem contratos que respeitem o trabalhador. Essa é uma forma de evitar futuras greves, pois muitas empresas acham que podem pagar o que bem entendem ao trabalhador e aqui não é assim. Temos piso salarial e direitos e exigimos que eles sejam respeitados”, afirma o presidente do Sindicato dos Rodoviários Paulo João Estausia, Paulinho.

“Nos últimos anos tivemos muitos problemas com empresas que querem operar em nossa base, mas não querem pagar o que nossos trabalhadores conquistaram em anos de luta. Por isso, iremos continuar acompanhando esse processo em Alumínio e nos demais municípios da nossa região”, explica o diretor da subsede São Roque do Sindicato dos Rodoviários Marcos dos Santos.

Segundo informação passada pelos representantes do Poder Público aos diretores do Sindicato, a Prefeitura irá manter a empresa emergencial que opera o transporte escolar até a finalização do Pregão.

Sete empresas participaram do Pregão Presencial em Alumínio nesta quinta-feira.

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado