Notícias

24-Jun-2020 18:29
ARAÇOIABA

Prefeitura de Araçoiaba deixa trabalhadores em transporte urbano sem plano de saúde em plena pandemia

Transporte urbano está sob intervenção municipal e categoria não recebe corretamente salário e direitos

2020, imprensa,
2020

Os trabalhadores e trabalhadoras no transporte urbano de Araçoiaba da Serra estão trabalhando em plena pandemia do novo coronavírus sem o resguardo do plano de saúde familiar, conforme determina o acordo coletivo de trabalho da categoria. O problema acontece desde o início de fevereiro deste ano, quando o prefeito de Araçoiaba da Serra, Dirlei Salas Ortega, decretou intervenção municipal na empresa Santa Fé, que operava o transporte urbano na cidade.

Além do plano de saúde, Prefeitura de Araçoiaba atrasa constantemente o pagamento dos salários e faz dois meses que não paga o tíquete-refeição, um mês que não paga a cesta básica e nunca pagou convênio odontológico. O poder público também não entrega o holerite aos trabalhadores(as) e está sem pagar o um terço de férias aos trabalhadores que saíram de férias no período da intervenção.

Na manhã desta quarta-feira (22), o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região realizou uma assembleia com os trabalhadores(as) para organizar a luta da categoria pela regularização do pagamento dos direitos e decidir as ações a serem tomadas diante do possível fim da intervenção municipal, que pode ocorrer no início de julho.

O Sindicato realizou diversas paralisações por causa das irregularidades cometidas pela Santa Fé e, desde que começou a intervenção municipal, está em contato com o poder público para acertar os problemas levantados junto à categoria. Porém, o interventor municipal desmarcou uma reunião e não compareceu na outra agendada. Posição do poder público que pode levar a uma paralisação dos trabalhadores em transporte.

 

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado