Notícias

24-Jul-2021 15:47
A VOZ DAS RUAS

Povo foi às ruas de Sorocaba por vacina, emprego, comida no prato e "fora Bolsonaro"

Protesto fez ecoar os gritos de “fora Bolsonaro” com críticas ao seu comportamento "genocida" na condução da pandemia

Mais uma vez, em sintonia com outras cidades do Brasil e do mundo, o povo de Sorocaba foi às ruas neste sábado (24) por mais rapidez na vacinação contra a Covid-19, por emprego e comida no prato, e aproveitou o protesto para fazer ecoar os gritos de “fora Bolsonaro” com críticas ao seu comportamento “genocida” na condução da pandemia.
Na sua fala ao público, o 1° tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região e coordenador da CUT na cidade, Antônio Sérgio Silvana de Moraes, o A. Sérgio, disse que se o presidente Bolsonaro tivesse agido com responsabilidade desde o início da pandemia provavelmente milhares de vidas teriam sido salvas. Ele considerou muito positivo o protesto pela participação popular e representatividade dos mais diversos segmentos da sociedade. Os manifestantes foram avaliados em mais de mil pessoas.
Outros diretores do nosso Sindicato também marcaram presença na manifestação, como Anderson Lima (com seu filho Murilo), Ricardo, Ferreira2 e Evandro. Também participaram representantes de sindicatos de várias outras categorias, dos movimentos sociais, de jovens e estudantes, líderes comunitários, além de políticos dos partidos de esquerda.
Nas falas de lideranças de esquerda e nas palavras de ordem, também se destacaram os protestos contra as medidas do presidente que efetuaram cortes orçamentários na saúde e na educação. Protestos de indignação condenaram as suspeitas de superfaturamento e desvios na compra de vacinas, conforme denunciadas feitas pela CPI do Genocídio que apura omissões do governo na pandemia.
Uma homenagem ao Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha, comemorado em 25 de julho, também foi um dos destaques. A data tem o objetivo de dar visibilidade à luta das mulheres negras contra a opressão de gênero, a exploração e o racismo. No Brasil, o evento homenageia a líder quilombola Tereza de Benguela, símbolo da luta e resistência do povo negro.

,
fora Bolsonaro

,
fora Bolsonaro

 

,
fora Bolsonaro

,
fora Bolsonaro

,
fora Bolsonaro

,
fora Bolsonaro

,
fora Bolsonaro

Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sorocaba e Região
Deixe seu Recado