Notícias

16-Abr-2018 18:54
EDITORIAL

LULA É PRESO POLÍTICO

LULA , Ricardo Stuckert/Fotos Públicas
Lula é carregado pelo povo ao final da missa em homenagem à sua falecida esposa Marisa Letícia, realizada em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo - 7 de abril de 2018Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

"Eu há muito tempo atrás sonhei que era possível governar esse país envolvendo milhões e milhões de pessoas pobres na economia, envolvendo milhões de pessoas nas universidades, criando milhões e milhões de empregos nesse país. Eu sonhei, eu sonhei que era possível um metalúrgico, sem diploma universitário, cuidar mais da educação que os diplomados e concursados que governaram esse país. Eu sonhei que era possível a gente diminuir a mortalidade infantil levando leite, feijão e arroz para que as crianças pudessem comer todo dia. Eu sonhei que era possível pegar os estudantes da periferia e colocá-los nas melhores universidades desse país para que a gente não tenha juiz e procuradores só da elite.

Esse crime eu cometi.

Eu cometi esse crime e eles não querem que eu cometa mais. É por conta desse crime que já tem uns dez processos contra mim. E se for por esses crimes, de colocar pobre na universidade, negro na universidade, pobre comer carne, pobre comprar carro, pobre viajar de avião, pobre fazer sua pequena agricultura, ser microempreendedor, ter sua casa própria. Se esse é o crime que eu cometi, eu quero dizer que vou continuar sendo criminoso nesse país porque vou fazer muito mais. Vou fazer muito mais!"

As frases acima foram ditas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante seu último discurso antes de se tornar um preso político e trazem a verdadeira explicação sobre os reais motivos da perseguição judicial e política implacável ao Partido dos Trabalhadores e ao próprio Lula.

Para os mais ricos deste país, a elite, não é tolerável que um trabalhador possa governar o Brasil e, ainda mais inaceitável, que ele ouse governar em favor de todos os trabalhadores e dos mais pobres. Esse é o principal crime cometido por Lula. Não tem nada a ver com combate à corrupção, tem a ver com disputa política.

O povo quer Lula governando o país novamente, os ricos não. Por isso, a rica elite resolveu usar de todo o seu poder e da influência do seu dinheiro para impedir que Lula dispute a eleição à Presidência em outubro deste ano.

Por que a elite sabe que, uma vez eleito presidente do Brasil, Lula irá anular a reforma trabalhista e a lei da terceirização sem limites, não irá fazer a reforma da Previdência que eles querem e, principalmente, irá recuperar o nosso petróleo e garantir a soberania da nossa Pátria.

Caros trabalhadores e trabalhadoras em transportes, mais uma vez somos chamados à luta. Defender Lula é defender os nossos direitos, as nossas oportunidades de ter casa própria, de estudar nossos filhos, de ter uma vida mais alegre e confortável.

Tomemos nossos postos com coragem e ousadia para enfrentar esse duro ataque. Com as ideias na cabeça e a história nas mãos, vamos à luta! #LULA LIVRE!

 

A DIRETORIA
Deixe seu Recado