Notícias

03-Set-2018 16:28
NOVA TRANSIÇÃO

Empresa Santa Fé assume o transporte urbano em Araçoiaba e absorve todos os trabalhadores

Nova empresa tem 60 dias para adequar a carteira de trabalho dos funcionários

2018, imprensa, Divugação
Assembleia com trabalhadores no transporte urbano de Araçoiaba da Serra - 01/9/2018Divugação

A empresa Santa Fé assumiu a operação do transporte urbano no município de Araçoiaba da Serra nesta segunda-feira, 3 de setembro, e absorveu todos os trabalhadores da Viação Marchiori (Grupo Piracema), até então a empresa responsável por esse transporte.

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região realizou no último sábado (1º) uma assembleia com os 15 trabalhadores - motoristas, cobradores, mecânico e lavador - que serão transferidos para a empresa Santa Fé para explicar como se dará o processo. A assembleia aconteceu em frente à garagem da empresa, em Araçoiaba da Serra.

A empresa Santa Fé irá assumir todo o passivo trabalhista da Viação Marchiori. Na prática isso significa que não haverá quebra de contrato de trabalho, apenas a transferência para a nova empresa, com adequação de dados na carteira de trabalho.

"Esse tipo de transição, na qual a nova empresa assume o passivo trabalhista, é bom porque o trabalhador terá seus direitos preservados, além do próprio emprego", avalia o diretor do Sindicato Max  Charles da Silva.

"Neste momento, o Sindicato está acompanhando diversas transições nas quais a empresa que abandona ou perde o serviço não paga as verbas rescisórias e é preciso acionar a Justiça para ter os direitos dos trabalhadores preservados. Felizmente, isso não aconteceu em Araçoiaba da Serra!", explica o direto Wagner dos Santos Silva.

A empresa Santa Fé tem 60 dias para adequar as carteiras de trabalho dos 15 trabalhadores e toda a documentação necessária para recolher os tributos trabalhistas corretamente.

Em negociação com o Sindicato, a empresa assumiu compromisso de pagar o FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço) que está em atraso em um prazo de seis meses. A empresa Marchiori (Grupo Piracema) não estava recolhendo o FGTS como manda a lei.

Reajuste salarial

O Sindicato dos Rodoviários também garantiu que a nova empresa assinasse o mesmo acordo coletivo de trabalho, já com os reajustes da campanha salarial deste ano.

"Aproveitamos a negociação da transição para assegurar aos trabalhadores a ampliação de direitos e o reajuste salarial deste ano. Nossa data-base é 1º de maio e, até o momento, os trabalhadores estavam sem acordo coletivo. Agora todos estão com seus direitos protegidos!", informou o diretor do Sindicato Fabrício Rodrigues.

O salário do motorista foi reajustado em 3% e subiu para R$ 3.083,69. O Sindicato também garantiu aumento no tíquete-refeição, que passou para R$ 660,00 por mês, inclusive nas férias, e na participação nos lucros e resultados (PLR), que aumentou para R$ 1.650,00 e será pago em duas parcelas, a primeira parcela de 825,00 no 5º dia útil de setembro deste ano e a segunda, em abril de 2019.

O acordo assinado também garante implantação do plano de saúde familiar (Mediplan), do plano odontológico (Lodonto), do café da manhã na garagem (pão, manteiga, leite e café), da cesta básica*, da cesta natalina**, do fornecimento de uniformes (duas calças e três camisas para motoristas e cobradores e três sobretudos para mecânicos) e da aplicação da vacina contra gripe.

*Cesta básica é composta por 4 quilos de feijão carioca, 2  pacotes de macarrão de ½ quilo, 4 quilos de açúcar refinado, 4 latas de óleo de soja de 900ml, 10 (dez) quilos de arroz, 200 gramas de bolacha, 500 gramas de pó de café, 2 latas de extrato de tomate de 140 gramas, 1 lata de sardinha de 135 gramas, 1 quilo de farinha de trigo, 1 lata de goiabada de 700 gramas, 1 pote de tempero pronto de 300 gramas, ½  quilo de farinha de mandioca, 1 quilo de sal, 400 gramas de leite em pó, 400 gramas de achocolatado. Perderá o direito ao recebimento da cesta básica o empregado que: tiver 2 (duas) faltas sem justificativas por mês; por sua culpa, causar colisão com veículos; atrasar-se aos serviços, por tempo superior a 60 (sessenta) minutos por mês.

**Cesta natalina deve ser entregue até o dia 20 do mês de dezembro e é composta por: panetone frutas 400g, champanhe 660ml, 1 garrafa de suco de uva de 1 litro, amendoim japonês 500g, bombom especialidades 400g, biscoito champanhe 150g, azeitona verde 500g, pêssego em caldas 450g, leite condensado 395g, torrada 160g.

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado