Notícias

06-Mai-2020 10:39
SÃO ROQUE

Em plena pandemia, empresa de transporte urbano de São Roque não paga plano de saúde; trabalhadores estão em estado de greve

Paralisação pode ocorrer o prazo legal de 72 horas da notificação de greve que foi protocolado nesta manhã (06)

2020, imprensa,
2020

Na manhã desta quarta-feira (06), o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região protocolou notificação de greve na empresa Mirage Transportes, que opera o transporte urbano em São Roque, porque a mesma deixou de pagar o plano de saúde aos trabalhadores(as) e o serviço foi cortado em pleno período de pandemia do novo coronavírus, quando a categoria mais precisa de proteção.

“É inadmissível que a empresa corte o plano de saúde neste momento crítico de pandemia, no qual os trabalhadores e trabalhadoras em transportes estão totalmente expostos ao contágio do coronavírus. Não aceitamos esse total desrespeito e exigimos o imediato restabelecimento do plano de saúde aos trabalhadores e seus dependentes. Caso isso não seja resolvido, a categoria irá à greve nos próximos dias”, afirma Paulo João Estausia, presidente do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região.

Os trabalhadores(as) estão há 15 dias sem plano de saúde e o Sindicato tentou resolver o problema por meio do diálogo, mas não obteve êxito. Além de não pagar o plano, a Mirage também está há sete meses sem recolher o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

O Sindicato dos Rodoviários exige o restabelecimento imediato desses dois importantes direitos. Caso a empresa não resolva a situação, a categoria irá entrar em greve após o vencimento do prazo legal de 72 horas a contar do protocolo de notificação realizado nesta manhã (06).

O Sindicato dos Rodoviários também comunicou a Prefeitura Municipal de São Roque sobre a notificação de greve na Mirage Transportes. Até onde é do conhecimento do Sindicato, o poder público local continua a repassar o subsídio integral do transporte à empresa, mesmo tendo determinado a redução da operação do transporte urbano para apenas 30% da frota de ônibus, por causa da pandemia do novo coronavírus.

Entre motoristas, cobradores e pessoal interno de manutenção, a empresa Mirage possui 110 funcionários. Devido à redução da operação, a empresa concedeu férias a 82 trabalhadores(as), o benefício termina amanhã (07) e todos irão retornar ao trabalho. O Sindicato dos Rodoviários também acompanha esse processo.

 

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado