Notícias

10-Set-2021 14:42
SUBSEDE DA CUT

CUT não participa do ato de 12 de Setembro contra Bolsonaro; veja as razões

Nota da CUT diz que o referido ato foi convocado por grupos de direita que contribuíram com o golpe de 2016

Na última quarta-feira (08), a direção da CUT divulgou comunicado à imprensa para informar que “não participará, não convocará e não faz parte da organização de nenhuma manifestação/ato, anunciada para o próximo dia 12 de setembro”.
Na justificativa, a CUT acrescenta que “este ato foi convocado por grupos de direita, como MBL e Vem Pra Rua, que contribuíram com o golpe de 2016, que foi contra o Brasil e os brasileiros, e que culminou com a eleição de Jair Bolsonaro”.
“Desde então, além das crises social, econômica e sanitária, a classe trabalhadora vem sofrendo uma série de ataques contra seus direitos”, acrescenta a nota da CUT, ao mesmo tempo em que reforça seu compromisso com a pauta da classe trabalhadora, por empregos de qualidade, salário e renda. E ressalta, ainda, a luta contra toda e qualquer proposta de retirada de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, contra as privatizações, contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 32, da reforma Administrativa, que desmonta o serviço público, contra a fome e a carestia.
E em sintonia com a orientação da CUT nacional e estadual, a subsede da CUT Sorocaba também não participará dos atos programados para o dia 12 de setembro.
O coordenador da subsede da CUT em Sorocaba, Antônio Sérgio Silvana de Moraes, o A. Sérgio, que também é diretor do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, esclarece que as propostas e o tema dos atos programados para 12 de setembro não contemplam os anseios do movimento sindical cutista e por isso a CUT não participará, não convocará e não fará parte desta agenda.

,
foto cut

,
A. Sérgio, coordenador da subsede da CUT em Sorocaba

 

Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sorocaba e Região
Deixe seu Recado