Notícias

07-Mar-2019 18:04
SOROCABA

Câmara de Sorocaba abre CPI para investigar "falsos voluntariados" no governo Crespo

Mais uma vez, a pivô do problema é Tatiane Pólis, a ex-assessora do diploma falso que levou à cassação do prefeito

2019, imprensa, Divulgação
Vereadora Iara Bernardi fala na tribuna da Câmara de Vereadores de SorocabaDivulgação

A Câmara de Vereadores de Sorocaba aprovou nesta quinta-feira, 7, a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o caso dos falsos voluntários que atuam no governo do prefeito José Crespo (DEM). O requerimento de abertura da CPI foi proposto pela vereadora Iara Bernardi (PT) e assinado pelos vereadores Francisco França (PT) – vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região -, Renan Santos (PCdoB), Fernanda Garcia (PSOL), Hélio Brasileiro (MDB), Péricles Régis (MDB) e Rodrigo Manga (DEM).

A abertura da CPI do Falso Voluntariado foi motivada por denúncias que estão circulando na cidade sobre pessoas que trabalham na Prefeitura sob o pretexto de voluntários, mas que exercem atividades incompatíveis com a lei do voluntariado, a Lei nº 6.406/2001, que foi regulamentada pelo decreto 22.930, assinado pelo prefeito José Crespo em 19 de julho de 2017.

Entre essas pessoas está a ex-assessora de Crespo, Tatiane Pólis, que, em 2017, foi o estopim da cassação do prefeito por ter apresentado um diploma falso para ocupar cargo público. Na ocasião, o prefeito retornou ao cargo após 45 dias, mas Tatiane foi condenada em primeira instância a quatro anos de prisão em regime aberto, a pena foi revertida em multa e prestação de serviços.

2019, imprensa, Reprodução TVTEM
Tatiane Pólis presta depoimento na Câmara de Sorocaba em 2017Reprodução TVTEM
A vereadora Iara espera que a CPI apure e investigue as “denúncias de fatos e possíveis violações gravíssimas ao serviço público municipal, causados por usurpação de função pública, camuflados por ‘falsos serviços voluntários’, resultando em assédios morais, intimidações, tráfico de influência e prejuízos ao erário público”.

“Esperamos que seja uma CPI rápida, certeira, e que tenha consequências. Temos uma imensidão de denúncias que vem chegando por redes sociais, com gravações e vídeos sobre os ‘falsos voluntários’ que atuam na Prefeitura. É obrigação da Câmara fazer análise e abrir a CPI”, explicou Iara.

Entenda o caso da Taty Pólis

No final de fevereiro, a TVTEM e o G1 Sorocaba veicularam uma matéria que mostrava o retorno de Tatiane Pólis ao governo do prefeito José Crespo. A reportagem mostra que Tatiane estava ajudando na preparação do evento “Fala Bairro”, um programa da Prefeitura que tem por objetivo ouvir as demandas da comunidade, no dia 23 de fevereiro, na Casa do Cidadão do bairro Brigadeiro Tobias.

A reportagem também teve acesso a conversas de WhatsApp sobre o programa “Fala Bairro” e do grupo de funcionários da Secretaria de Comunicação da Prefeitura, denominado “Secom 2019” e do qual Tatiane faz parte. No grupo do “Fala Bairro”, ela mandou mensagem como coordenadora do evento realizando.

2019, imprensa, Reprodução/TV TEM
Conversa pelo WhatsApp mostra Tatiane Polis falando com servidoresReprodução/TV TEM

A TVTEM e o G1 questionaram a Prefeitura sobre a presença da ex-assessora e a resposta veio que ela estava exercendo um trabalho voluntário desde 13 de dezembro, mas o termo de voluntariado enviado pela Administração Municipal era datado de 17 de dezembro e, a TVTEM e o G1 informam que, até o momento, Tatiane não aparece no cadastro de voluntários da Secretaria de Cidadania.

Outro veículo de comunicação, o Ipa Online também questionou a Prefeitura e levantou que o termo de adesão de voluntariado de Tatiane Pólis não segue o que determina o decreto que regulamenta o serviço voluntário. O decreto determina a impossibilidade de contratar pessoas com condenações na Justiça, sem comprovação de escolaridade e sem renda pessoal comprovada.

2019, imprensa, Reprodução IpaOnline
.Reprodução IpaOnline

A CPI do Falso Voluntariado terá início assim que o presidente da Câmara de Vereadores de Sorocaba, vereador Fernando Dino (MDB) proceder á nomeação dos membros da CPI.

Com informações de TVTEM, G1 e IpaOnline

Confira a vereadora Iara Bernardi na abertura da CPI do Falso Voluntariado:

 

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado