Notícias

01-Mai-2022 22:17 - Atualizado em 01/05/2022 22:31
DIA HISTÓRICO

Brasil tem 1° de Maio de resistência e luta da classe trabalhadora

Em São Paulo, a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva emocionou a multidão

Um 1° de Maio de resistência e luta marcou o domingo da classe trabalhadora no Brasil. Atos em Sorocaba, São Paulo e em outras regiões do país lotaram ruas e praças. Em Sorocaba, o local do encontro foi o Parque das Águas. Em São Paulo, a multidão se concentrou na praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu. Os trabalhadores dos transportes de Sorocaba e Região marcaram presença nesses atos.

Em São Paulo, a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva emocionou a multidão. No ato promovido pela CUT em conjunto com as outras centrais sindicais, Lula falou sobre os temas de interesse do povo brasileiro.

Sobre a alimentação do povo, Lula lembrou que hoje 19 milhões de brasileiros passam fome e que 116 milhões passam algum grau de insegurança alimentar, e que para vencer a fome é preciso ter emprego. Segundo Lula, nos governos do PT, foram abertos 22 milhões de vagas de emprego com carteira assinada. E as centrais sindicais sabem que 90% dos acordos salariais tiveram aumento real e hoje apenas 7% têm.

"Foi mais um dia histórico da classe trabalhadora brasileira. Os trabalhadores e trabalhadoras ocuparam as ruas e as praças, em Sorocaba e São Paulo e outras regiões do país, para um 1° de Maio de resistência e luta. Por emprego, renda, comida no prato. Por saúde, educação, democracia. A classe trabalhadora está de parabéns!", declarou Antônio Sérgio Silvana de Moraes, o A.Sérgio, diretor financeiro do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região e coordenador da subsede local da CUT.

,
1° de maio

,
1° de maio

,
1° de maio

,
1° de maio

,
1° de maio

,
1° de maio

 

 

Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sorocaba e Região
Deixe seu Recado