Notícias

24-Out-2019 12:22
ARAÇARIGUAMA

3º DIA DE GREVE EM ARAÇARIGUAMA: Ônibus em péssimas condições e dono sem habilitação conduzindo ônibus escolar

Audiência de tentativa de conciliação será realizada hoje, 24, no TRT-15ª, em Campinas

2019, imprensa,
Pneus do ônibus 2771 rasgados e carecas

Os trabalhadores em transportes urbano e escolar em Araçariguama estão em greve desde a terça-feira, 22, e a empresa Vertion Transportes conseguiu liminar na Justiça para operar 70% da frota. Ao chegar de madrugada na garagem da empresa hoje, 24, o Sindicato e os trabalhadores foram surpreendidos negativamente.

Mesmo com os trabalhadores à disposição para operar os ônibus, um dos proprietários da empresa Vertion, o Lima, saiu da garagem dirigindo um ônibus do transporte escolar sem ser habilitado para operar o transporte das crianças e adolescentes da cidade de Araçariguama.

Ao longo desta manhã, o Sindicato constatou que muitos ônibus estão operando em péssimas condições mecânicas, sendo nos pneus o problema está mais visível, e colocam em risco a vida das crianças, adolescentes, passageiros, motoristas, agentes de bordo escolar e cobradores.

Neste momento, a Polícia Militar está no terminal de ônibus em Araçariguama e exigiu que a empresa Vertion Transportes troque os pneus dos micro-ônibus 2771 e 2773. Os pneus estão carecas e rasgados, sem condições de estar em uso, conforme denunciou o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região.

2019, imprensa,
PM exige a troca dos pneus dos ônibus da Vertion Transportes

Greve

Os trabalhadores na empresa Vertion Transportes entraram em greve na terça-feira, 22, em protesto contra demissões arbitrárias de alguns trabalhadores por justa causa em retaliação à greve realizada em agosto e não cumpriu com o que foi acordado nessa greve, continuando a atrasar o pagamento do tíquete-refeição, que deveria ser pago no 5º dia útil de cada mês, a não efetuar o pagamento de adiantamento salarial, a não fornecer o plano de saúde e o plano odontológico (a empresa recolheu a documentação dos trabalhadores, mas não encaminhou aos planos), a manter motorista de micro-ônibus dirigindo ônibus convencional sem pagar o devido piso salarial e a manter uma frota de ônibus precária. Além de se rejeitar a negociar a pauta de reivindicações da campanha salarial deste ano, cuja data-base é 1º de maio.

No primeiro dia de paralisação, o Sindicato procurou manter 30% da frota em circulação, mas a empresa não permitiu.

O atual prefeito de Araçariguama chegou a noticiar que o contrato com a empresa Vertion seria cancelado, mas até o momento isso não foi efetivado. A empresa acionou a Justiça e uma audiência de conciliação foi agendada para hoje, às 15h30, no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, em Campinas.

2019, imprensa,
Diretores do Sindicato conversam com o proprietário da empresa, Lima, durante a madrugada

Fabiana Caramez
Deixe seu Recado